Neymar comenta saída de campo por racismo: “É o que deveria ter feito na primeira vez”

Escrito por em 09/12/2020

Menos de 24 horas depois de decidirem deixar o campo do Parque dos Príncipes por uma acusação de racismo contra o quarto árbitro Sebastian Coltescu, os atletas de PSG e Istambul Basaksehir voltaram ao estádio nesta quarta para concluir o duelo pela Liga dos Campeões. E após a partida, Neymar – que foi um dos comandantes do movimento de abandonar o jogo na terça – comentou a atitude tomada pelos atletas, reiterando sua aprovação.

A gente tem que fazer isso. Fizemos muito bem. Foi o que deu na minha cabeça, foi o que eu deveria ter feito na primeira vez – afirmou o brasileiro à “Telefoot”.

O camisa 10 parisiense brilhou na retomada do jogo e marcou três gols na goleada francesa por 5 a 1,  mas não deixou de lamentar o episódio da véspera, quando Sebastian Coltescu foi acusado de injúria racial contra camaronês Pierre Webó, membro da comissão técnica do Basaksehir. Neymar lembrou de quando foi vítima de preconceito no clássico entre PSG e Olympique de Marselha,   no dia 13 de setembro.

– É uma coisa muito séria, muito delicada. Infelizmente, ocorreu essa situação, que é bem chata. Aconteceu comigo no começo da temporada. Senti na pele e sei que não é legal sofrer qualquer ato ou insinuação por sua cor, por sua raça – completou o atacante brasileiro.

FONTE: G1


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



Música

No Ar

Artista

Background