BBB21: Fiuk revela bullying e déficit de atenção

Escrito por em 26/01/2021

No segundo dia do Big Brother Brasil 21, Fiuk engrenou uma conversa com Projota e Artur Picoli, da Pipoca, e contou que, na época de escola, sofria bullying e foi diagnosticado com déficit de atenção. O filho de Fábio Jr. e irmão de Cleo também revelou que chegou a ser internado três vezes devido a problemas respiratórios.

“Eu tinha muita dificuldade (na escola), muita, muita, muital E eu tinha bronquite asmática que era de fundo emocional. Eu sempre sofria muito bullying porque tinha uma época que eu levava tubo de oxigênio para a escola. Os moleques me davam tapa na cabeça e era falta de ar na hora. Fui internado três vezes. Passei à beira de algumas vezes… Foi muito sério.  Minha mãe foi muito parceira, se não fosse por ela… Eu chorava sozinho”, lembrou.

Fiuk contou que não estudava em casa e tinha notas ruins. “Fui crescendo e quis saber o que era isso que eu tenho, fui ficando inquieto. Será que eu realmente sei menos, será que minha cabeça é limitada? Eu não sei se tinha essa responta de ser filho de quem eu era… Mas, desde pequenininho não era uma coisa positiva na escola, os moleques acabavam comigo. Desde fila de cantina ou cadeira, eu sempre tinha que me isolar, sentar no canto da sala, jogavam papel”, desabafou.

“E aí atacava a asma e passei um período que minha mãe tinha que mudar de escola, eu não conseguia ser amigo de ninguém. As meninas sempre ficavam com dó, mas até a minha pré-adolescência foi brabo. Até a acabar a escola. Quando eu li, conheci o que era DDA…”, disse Fiuk, dando a entender que ali compreendeu a razão de sua dificuldade no colégio.

FONTE: QUEM


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



Música

No Ar

Artista

Background